Lúpulo

Lúpulo: Para que serve, benefícios e propriedades

Bastante conhecido por quem sofre de insônia. Suas flores são utilizadas na fabricação de cerveja, sendo uma erva da família das moráceas e entre seus princípios ativos encontramos a trimetilamina, a lupulona, resinas e colinas.

Estudos com o lúpulo também comprovam que este ingrediente ainda é capaz de aumentar a atividade do neurotransmissor GABA – uma substância liberada pelos neurônios que diminui a ação do sistema nervoso, promovendo um efeito sedativo. A planta é alternativa possível para tratamentos de insônia e outros distúrbios do sono, que são condições associadas ao estresse e ao prejuízo da função do sistema imune.

Além  de ser uma bebida saborosa e agradável possui propriedades importantes, e quando aliada a uma rotina de hábitos saudáveis, alimentação balanceada e atividade física, pode trazer benefícios para a saúde. É possível aproveitar os benefícios da cerveja sem abrir mão de saúde e do bem-estar.

Lúpulo: Para que serve, benefícios e propriedades

Também conhecido como Engatadeira, Pé-de-galo e Vinha-do-norte, de nome científico Humulus Lupulus, a videira trepadeira pertence à família Cannabidaceae, a mesma da maconha.

Suas propriedades

Entre as propriedades do lúpulo estão as ações como anafrodisíaco, anódino, antibacteriano, antisséptico, antiespasmódico, diurético, febrífugo, fitoestrogênio, emenagogo, galactagogo, hipnótico, laxante, relaxante muscular, nervino, sedativo, soporífero e tônico amargo. É usado para tratamento de anorexia, ansiedade, diarreia, caspa, cisto, disenteria, dismenorreia, doença de Crohn, dor de cabeça, dor de dente, dor de estômago, dor de ouvido, dores comuns, erupção cutânea, feridas, gases intestinais, histeria, indigestão, inquietude, insônia, irritação intestinal, lepra, tensão, tuberculose, tumores e tosse.

A diarreia causada por nervos pode ser tratada com o lúpulo e, além disso, a planta auxilia na melhora da qualidade do sono sem causar dores de cabeça. É auxiliar no alivio do desejo sexual excessivo, principalmente quando o paciente é homem.

Como preparar o chá de Lúpulo?

O chá pode ser feito com a proporção de 2 colheres de sopa de lúpulo para cada litro de água fervente. Leve a água ao fogo e adicione a erva. Ao alcançar fervura, desligue o fogo e tampe, deixando descansar abafado por aproximadamente 10 minutos. Em seguida, coe. O consumo deve ser feito antes de dormir, principalmente quando o efeito desejado é de acalmar o sono. Tome de duas a três xícaras ao dia.

Cuidados com o consumo

O consumo de lúpulo é contraindicado para pessoas com depressão e mulheres em período de gestação ou amamentação. É contraindicado ainda para pacientes com diabetes. Além disso, a planta, quando fresca, pode causar dermatite quando entra em contato direto com a pele. Use sempre a planta seca.