Beldroega - Para que serve

Beldroega: Para que serve, benefícios e propriedades

A beldroega é uma plantinha brasileira que floresce também em canteiros europeus, pois foi levada para outros países graças à sua delicada beleza. Muito comum nas roças do sul do país, a beldroega é usada como hortaliça em diversas receitas.

Suas folhas miúdas e grossas possuem mucilagem o que as torna úteis no caso de feridas e inflamações nos olhos. Essa planta atua no combate aos vermes intestinais e também se mostra eficaz nos problemas de fígado.

A beldroega é rica em ômega-3, tem reconhecido uso no tratamento de problemas cardiovasculares já que atua na manutenção do equilíbrio do colesterol total. Em 100 g de beldroega encontramos até 350 mg de ácido linoleico (omega-3).

Esta planta também é rica em vitaminas A, B e C e sais minerais, apresentando propriedades diuréticas, purificantes, analgésicas, anti-glicêmicas e anti-hemorrágicas.

Na medicina popular, a beldroega também é usada para tratamento de casos de vômitos, diarreia e no combate às hemorroidas. O seu emplastro de folhas frescas é muito útil para aliviar as picadas de insetos e também contra a acne, por sua ação antiinflamatória e purificante tópica.

Beldroega - Para que serve

Sugestões de consumo

É possível utilizar as folhas, sementes e talos da planta, aproveitando bem seus nutrientes. A folha verde da beldroega é maravilhosa e possue poucas calorias (apenas 16 kcal por 100g) e gorduras; no entanto, é rica em fibras alimentares, vitaminas e minerais.

Sucos: o suco das folhas de beldroega pode ser utilizado para tratar inflamações oculares, queimaduras, eczemas, erisipelas, calvície, entre outros. Sendo diretamente aplicado na área afetada, não ingerido, apenas ingerido no caso de problemas do fígado, bexiga e rins.

Chá: usado de forma diurética.

Sementes: quando ingeridas, combatem vermes intestinais.
Os talos e as folhas machucados, podem ser aplicados sobre queimaduras e feridas, pois aliviam a dor e aceleram o processo de cicatrização.

As crianças podem apresentar algum tipo de resistência em consumi-lá, por isso a dica é mistura-lá em saladas, assim seu sabor ficará bastante suave, quase imperceptível.